quinta-feira, 6 de julho de 2017

SOBRE A Phebo e seu aroma conquistando o mundo

O Phebo é sem dúvida uma marca conhecida em todo o Brasil.
Desenvolvido pelos primos portugueses Antônio Lourenço da Silva e Mário Santiago, que em 1930 decidiram parar de vender cigarros e, apostaram na ideia de criar um sabonete que fosse tão bom quanto os desenvolvidos pelos ingleses e franceses, conhecidos como os melhores do mundo na época.
Foi em Belém do Pará, que os primos fundaram a Perfumaria Phebo. O nome foi escolhido em homenagem ao Deus do Sol na mitologia grega, com o intuito de marcar o nascimento de uma grande mudança na perfumaria brasileira.
Os primos perfumistas criaram então, um sabonete à base de glicerina, oval e de cor transparente escuro, com embalagem que o diferenciasse e aroma com mistura de 146 ingredientes. Assim, o Phebo ganhou espaço e reconhecimento no mercado como o sabonete brasileiro com padrão internacional, e passou a ser consumido por diversas famílias e gerações.
Mário Santiago desenvolveu o Phebo até 1980, quando decidiu terceirizar a fabricação e ser vendido para uma multinacional, foi quando o sabonete Phebo perdeu sua essência original, o que resultou em uma queda de mais de 50% no faturamento da empresa.
Após ser comprada pela Granado Laboratórios, o novo dono identificou que os velhos consumidores não gostavam da nova fórmula, com isso, a Granado contratou um dos perfumistas que trabalhou com o antigo sabonete Phebo, e resgatou a fórmula.
Hoje, Phebo é o sabonete mais famoso do Brasil e seu aroma segue uma história de gerações e memórias.
Facebook: Phebo Perfumaria

#tondoconsultoria #claudiatondo #tondo #empresasfamiliares #familiasempresarias #historias #phebo #pheboperfumaria

Nenhum comentário:

Postar um comentário